Redes Sociais
Secretário de Agricultura Eduardo Lopes recebe representantes de sindicatos de laticínios
Destaques, Noticias, Seappa | | fevereiro 8, 2019 em 16:18
A- A+

Reivindicação é criar ações efetivas para melhorar o setor no Estado do Rio de Janeiro

O secretário de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento do Estado do Rio de Janeiro, Eduardo Lopes, acompanhado pelo subsecretário Ramon Neves, estiveram presentes nesta sexta-feira (8) a uma reunião com representantes do Sindicato das Indústrias de Laticínios do Rio e dos produtores. O objetivo foi estabelecer um plano de trabalho para o desenvolvimento de ações que impactem positivamente o setor.

“Nós temos hoje um cenário que favorece indústrias e produtores de leite de fora do estado do Rio de Janeiro, eles se instalam aqui e aproveitam os benefícios fiscais para lucrar em cima do mercado fluminense, que é muito amplo. O que nós queremos é proteger as nossas empresas”, declarou o secretário.

Durante a reunião foram encaminhadas duas minutas de decreto: uma para corrigir as distorções em relação ao Riolog (programa de incentivos fiscais) e outra em relação ao ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre os produtos lácteos de queijo (leite e seus derivados, como queijos, iogurtes e bebidas). 

“O setor de laticínios vem sendo marginalizado nos últimos anos e sofre um alto impacto em relação às políticas fiscais do estado, que não pensam no lado do produtor”, afirmou Ramon Neves.

Para o presidente do Sindilat, Antônio Carlos Celles Cordeiro, “hoje, você vai ao supermercado e o queijo muçarela custa R$ 15 e ninguém do estado consegue produzir por este valor. Logo, quando o queijo vem de Rondônia, Minas Gerais ou de outros estados com preço muito menor, além de não saber qual é a procedência deste produto, que depende muito da fiscalização estadual, a gente inviabiliza que o nosso setor de laticínios se desenvolva”, alertou.

De acordo com o subsecretário Ramon Neves, e expectativa do governo é trabalhar integrado com o setor para destravar os gargalos que impedem o crescimento da cadeia produtiva leiteira no Rio de Janeiro. “O governador deixou claro, em seu discurso de posse, a importância do setor agropecuário, pesqueiro e da aquicultura como um dos pilares à recuperação econômica do estado”, disse.

Ascom Seappa.

Compartilhe
  • Tweet This!
  • Share on Facebook
  • Digg it!
  • Add to Delicious!
  • Stumble it
  • Subscribe by RSS
Posts Relacionados
Gostou deste artigo? Curta nossa Fanpage no Facebook!

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

Leave a comment


www.eduardolopes10.com.br Copyright © 2014 - Todos os direitos reservados.