Redes Sociais
Plano de metas de 100 e 180 dias é debatido na Seappa
Destaques, Noticias, Seappa | março 25, 2019 em 16:14
A- A+

Secretário Eduardo Lopes vê com otimismo avanços das ações estratégicas

Por Cristina Cruz

Secretário Eduardo Lopes agradece empenho de colaboradores da Seappa – Foto Demóstenes Ramos.

Ao reunir os subsecretários e presidentes das empresas vinculadas Fiperj (Fundação Instituto da Pesca do Estado), Emater-Rio (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado) e Pesagro (Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado), o secretário de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento do Estado, Eduardo Lopes, participou de debate, nesta segunda-feira (25), no auditório da Seappa, para tratar das ações estratégicas do plano de metas de 100 e 180 dias da instituição, segundo diretrizes traçadas pelo atual Governo Witzel.

Dentre os pontos discutidos, estão os projetos estratégicos que deverão estruturar as ações dentro do plano plurianual da Seappa no decorrer dos quatro anos de governo, como: preocupação com cadeias produtivas que envolvem o agronegócio no Rio de Janeiro; novas iniciativas que poderão se tornar negócios e cadeias significativas, como o caso do lúpulo e da diversificação das atividades de aquicultura; revisão do modelo de produção, hoje instalado, no norte e noroeste do estado, potencializando a diversificação de culturas e a substituição em parte de alguns sistemas produtivos já instalados como elementos fundamentais para o fortalecimento do agronegócio na região, entre outros.

De acordo com o secretário Eduardo Lopes, esta foi uma avaliação dos 100 primeiros dias de governo com o objetivo de avaliar, principalmente, os avanços em relação à última reunião. “Podemos ver que já estamos além de algumas coisas que foram propostas dentro da meta dos 100 dias, e o que ainda não atingimos estamos acompanhando para alcançar. Já avançamos bastante e minha avaliação é positiva. Inclusive, eu agradeci pessoalmente toda a equipe, diretores, superintendentes, agricultores, subsecretários da Seappa e vinculadas, pelo empenho e a dedicação. O nosso povo merece dias melhores”, frisou.

Para o subsecretário adjunto da Agricultura Familiar, Adriano Lopes, as ações da Secretaria são focadas em identificar gargalos e trazer soluções em prol do agronegócio. “A Secretaria de Agricultura, através de suas vinculadas, está presente ofertando serviços de qualidade aos produtores, pescadores e aquicultores, focados em identificar e superar todos os desafios com vistas à colocação do agronegócio em um novo patamar de crescimento, gestão e posicionamento frente às demandas que a sociedade impõe e com sistemas produtivos sustentáveis”, acrescentou.

Segundo o subsecretário de Gestão, Aguinaldo Balon, a principal dificuldade no momento é a questão da falta de recursos orçamentários, que foi discutido recentemente com o governador Wilson Witzel nas últimas reuniões.

“Foi acertado encaminhar as demandas para o comitê orçamentário financeiro do governo, onde, dentro das prioridades da Secretaria, possamos definir aquilo que demandamos para cada empresa. Aqui, na Seappa, de acordo com um levantamento das empresas Fiperj, Pesagro, Emater-Rio e do orçamento geral da secretaria, recebemos a informação de que estamos consolidando nossas metas, e vamos repassar para o governo qual é a nossa real necessidade, para que possamos dar sequência ao cumprimento dos projetos propostos ao longo deste exercício. As possíveis dificuldades orçamentárias, esperamos superá-las por meio de conversas com as Secretarias de Fazenda, Casa Civil e o próprio governador”, disse Balon.

Compartilhe
  • Tweet This!
  • Share on Facebook
  • Digg it!
  • Add to Delicious!
  • Stumble it
  • Subscribe by RSS
Posts Relacionados
Gostou deste artigo? Curta nossa Fanpage no Facebook!

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

Leave a comment


www.eduardolopes10.com.br Copyright © 2014 - Todos os direitos reservados.