Redes Sociais
Plano de metas da Seappa é debatido com secretário de Agricultura, subsecretários e técnicos da instituição e das empresas vinculadas
Destaques, Noticias, Seappa | | fevereiro 4, 2019 em 08:22
A- A+



Objetivo é apresentar resultados à Casa Civil e à sociedade dentro das metas dos cem dias estabelecidas pelo Governo do Estado

O secretário de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento do Estado do Rio de Janeiro, Eduardo Lopes, participou nesta quinta-feira (31), em Niterói, de reunião com os subsecretários, presidentes das empresas vinculadas, superintendentes de área e técnicos para discutir o plano de ação do governo para os 100 primeiros dias de trabalho.

Um dos pontos foi atender o monitoramento das ações do governo do Estado, que está sob coordenação da Casa Civil, e também dar uma resposta à sociedade quanto aos compromissos assumidos pela secretaria. Os dados parciais da reunião vão ser apresentados junto às secretarias de estado dentro da estratégia de acompanhamento estabelecida pelo governo.

De acordo com Eduardo Lopes, a Seappa está entre as secretarias que mais geram e participam do desenvolvimento econômico do estado e, por isso, deve ter um tratamento diferenciado.

“Quero deixar registrado que nossa primeira intenção é mostrar a diferença, que viemos com proposta de cada um contribuir com seu conhecimento, trabalho, mas todos em função do nosso estado. O Rio de Janeiro, por tudo que já viveu e sofreu, merece dias melhores. E nossa parceria tem uma função muito grande dentro disso junto com trabalho, união e foco nesse contexto, logo o resultado será um sucesso de todos”, defendeu.

Na reunião, o subsecretário executivo, Aguinaldo Balon, apresentou o resultado dos desdobramentos do planejamento tanto da secretaria quanto das vinculadas.

“Nós fizemos um acompanhamento mais abrangente. Assim como o secretário afirmou, temos até o dia 15 de fevereiro a oportunidade de fazer uma substituição dessas metas, que foram determinadas pela Casa Civil, por outras que nós entendemos que sejam mais palatáveis e tenham um resultado prático e objetivo”, defendeu.

Ainda segundo Balon, existem questões importantes que valem ser ressaltadas, como, por exemplo, comparar as metas dos primeiros 100 dias com as do governo anterior.

“Quando você vem com uma máquina andando já no final de um governo, é normal o acelerador estar lá embaixo. Nós estamos em processo de organização de equipe, não temos orçamento, estamos conhecendo  a máquina e nos adaptando ao espaço. Então se fizermos uma comparação direta de ações que já estavam ocorrendo, é provável que o resultado não vá ser expressivo. Uma coisa é atuar onde não havia atuação, outra é atuar onde já tinha um trabalho sendo feito”, esclareceu.

Todo o trabalho desempenhado, até agora, pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento será apresentado à Casa Civil e, ao longo de cada mês, o secretário estará reunido com os demais para novas avaliações até o fim dos cem primeiros dias.

Ascom Seappa.

Compartilhe
  • Tweet This!
  • Share on Facebook
  • Digg it!
  • Add to Delicious!
  • Stumble it
  • Subscribe by RSS
Posts Relacionados
Gostou deste artigo? Curta nossa Fanpage no Facebook!

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

Leave a comment


www.eduardolopes10.com.br Copyright © 2014 - Todos os direitos reservados.