Redes Sociais
“Mãos à Horta” atrai alunos e terceira idade em Mesquita, na Baixada Fluminense
Destaques, Noticias, Seappa | maio 28, 2019 em 17:52
A- A+

Projeto teve apoio da Secretaria de Agricultura e da Emater-Rio

Por Cristina Cruz

Secretário de Agricultura, Eduardo Lopes, participa de lançamento do Projeto “Mãos à horta, ao lado de alunos da baixada fluminense (Foto Demóstenes Ramos)

Cerca de 30 alunos do Centro de Referência de Assistência Social (Craes) Banco de Areia, na Baixada Fluminense, plantaram, na manhã desta terça-feira (28), 250 mudas de hortaliças e plantas medicinais, na primeira horta orgânica comunitária da região.

O secretário de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento (Seappa), Eduardo Lopes, participou do lançamento do Projeto “Mãos à Horta” ao lado de técnicos da Emater-Rio, da idealizadora do projeto, Aparecida Passos, do prefeito de Mesquita, Jorge Lúcio Ferreira, e da secretária de Assistência Social, Cristina Quaresma.

Trata-se de uma horta comunitária orgânica utilizada pelo serviço de convivência, fortalecimento, vínculos (idosos) e alunos de oito escolas municipais. Esta é apenas a primeira horta com parceria da Seapppa.

De acordo com o secretário, ações como esta ajudam no processo de educação e sustentabilidade. “O Projeto ‘Mãos à Horta’ atinge crianças e idosos com o objetivo de gerar aproximação e conhecimento da plantação, além do cuidado com as hortaliças. Nas aulas disponibilizadas no projeto, será ensinada uma agricultura saudável, orgânica, com todos os cuidados que hoje são exigidos. Portanto, o desejo é ampliar esse projeto”, disse o secretário.

Ao todo oito escolas municipais na Baixada Fluminense já fazem parte do projeto, que tem como objetivo, alcançar outras unidades de ensino em todo o Rio de Janeiro. A proposta é que alunos participem de oficinas sobre agroecologia, abordando ecopedagogia e ecotécnicas, de forma que sejam associadas à prática do cultivo de hortas.

“Os alunos e idosos vão aprender desde o plantio à colheita. Além de indicada como uma atividade terapêutica e de interação, a prática pode ser aplicada como método de ensino de Ciências e Educação Ambiental, além, é claro, de estimular uma alimentação mais saudável e também conscientizar e sensibilizar os participantes sobre questões ambientais”, explicou a idealizadora do “Mãos à Horta”.

“O projeto da Secretaria de Agricultura de Estado, juntamente com a Emater-Rio, empresa vinculada, é de extrema importância. Vale ressaltar a maior atenção na parte da agricultura, sem esquecer a parte humana, trazendo aos alunos toda uma vivência do convívio social e alimentação saudável e sustentável, além de ocupar estes jovens lhes ensinando técnicas. Sete municípios já estão inscritos no Projeto ‘Mãos à Horta’. Mesquita foi o primeiro município contemplado, logo depois virão Niterói, Rio de Janeiro, Três Rios, Carapebus, Itaocara e Santo Antônio de Pádua”, afirmou o diretor de Projetos da Seappa, Alex Huah.

"Mãos à Horta" atrai alunos e terceira idade em Mesquita, na Baixada Fluminense
Compartilhe
  • Tweet This!
  • Share on Facebook
  • Digg it!
  • Add to Delicious!
  • Stumble it
  • Subscribe by RSS
Posts Relacionados
Gostou deste artigo? Curta nossa Fanpage no Facebook!

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

Leave a comment


www.eduardolopes10.com.br Copyright © 2014 - Todos os direitos reservados.