Redes Sociais
Expo Agro de Campos dos Goytacazes chega à 60ª edição
Destaques, Noticias, Seappa | agosto 5, 2019 em 11:53
A- A+

Milhares de pessoas visitaram os estandes da exposição, entre eles a da Secretaria de Agricultura do Estado

O secretário de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento do Rio de Janeiro, Eduardo Lopes, falou da importância de exposições, como a de Campos, e lembrou de projetos que irão melhorar a situação da agroindústria da região e dos produtores e agricultores familiares (Foto Demóstenes Ramos)

Em meio a vários estandes espalhados por toda a extensão da Fundação Rural de Campos dos Goytacazes, milhares de pessoas visitaram os espaços, além de participarem de leilões de animais, provas de laço, entretenimento no parque e shows de artistas durante os cinco dias de feira rural na 60ª Exposição Agropecuária, realizada entre 31 de julho a 5 de agosto. Dentre os estandes visitados estava o da Secretaria de Estado de Agricultura, com apresentação, em vídeo, de programas realizados pela Seappa, Emater-Rio, Pesagro e Fiperj, e a Secretaria Municipal de Agricultura.

Durante a abertura da expoagro, que teve a presença de muitas autoridades públicas e representantes de associações e produtores, foi realizado o hasteamento das bandeiras ao som da banda da guarda municipal e, logo em seguida, o descerramento da fita de abertura de uma das feiras mais tradicionais da região Norte fluminense.

O secretário de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento do Rio de Janeiro, Eduardo Lopes, falou da importância de exposições, como a de Campos, e lembrou de projetos que irão melhorar a situação da agroindústria da região e dos produtores e agricultores familiares.

“A Secretaria de Agricultura está com os olhos voltados para Campos e todo o Norte fluminense, sabemos do grande potencial que possui para o agronegócio. O município merece atenção, e esta feira de exposição é o reflexo de uma grande festa para os produtores e para os negócios no setor”, afirmou.

Ele lembrou do projeto da Uenf para incrementar a irrigação na região. “Estou acompanhando de perto as propostas apresentadas pelos técnicos da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) sobre o grande projeto de irrigação da Bacia Hidrográfica Baixo Paraíba do Sul e Itabapoana, que abrange 22 municípios das regiões do Norte e Noroeste e 1.500 km de canais. Sabemos que a vida rural de Campos sofre com a situação climática, principalmente a seca, que causa prejuízos aos cultivos. Nós da Seappa, com o apoio do governador Wilson Witzel, estamos disponibilizando, para início dos trabalhos, R$ 30 milhões, conforme foi anunciado durante encontro na Cooperativa Agroindustrial do Estado do Rio (Coagro). Entendemos que é pouco, mas temos certeza de que trabalharemos para investir mais recursos nesse fundamental projeto para a região”, destacou.

Lopes também destacou a necessidade de implantação do Sisbi para o estado e mais créditos para os pequenos produtores rurais. “Nós vamos trabalhar para conseguir a implantação do Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi), que já existe em 13 estados, para que nossos produtos sejam melhor comercializados entre os estados, e o Rio de Janeiro não pode ficar de fora. Já estamos otimistas com os créditos que instituições, como o Banco do Brasil, oferecem aos nossos pequenos produtores, mas sabemos que muito ainda precisa ser feito. Parcerias são a alma dos negócios, junto de prefeituras, instituições públicas, privadas, as empresas vinculadas Pesagro, Emater-Rio e Fiperj, vamos juntos trabalhar pelo bem das famílias dos agricultores familiares, por garantias de emprego, renda e aumento da receita do município e, com isso, ajudar no desenvolvimento econômico do Estado do Rio de Janeiro. Parabéns ao prefeito, aos secretários e demais autoridades e os produtores pela realização desta linda e importante exposição”, disse.

“Vivemos uma nova realidade que aponta números promissores para o caminho da agropecuária de Campos dos Goytacazes. Temos que manter os empréstimos que garantam a produção de nossos agricultores familiares, a geração de emprego, da renda e de receitas. Temos que ter a responsabilidade de entender que Campos é o maior município do estado e que vamos mudar o rumo desta situação em nossa cidade e para a vida de toda a população, para isso que criamos o Centro Integrado para o Desenvolvimento do Norte e Noroeste Fluminense (Cidennf), garantindo investimentos para todas estas regiões com muita parceria e trabalho”, declarou o prefeito da cidade, Rafael Diniz.

As exposições agropecuárias em Campos dos Goytacazes, região do Norte Fluminense, tiveram início em 1954 com a criação da Associação Rural, e somente eram realizadas quando alguma autoridade política visitava a região. Em 1966, a Associação Rural foi transformada em Fundação Rural (FRC), e foi então que as exposições passaram a ser realizadas anualmente, com exposições de produtos orgânicos dos agricultores familiares, leilões, rodeios, feira de gado leiteiro, show diversos e muitas outras atividades agroturísticas. A Exposição Agropecuária é considerada por muitos como a “Festa do Trabalho” por reunir o comércio, a indústria e o setor agropecuário, além da promoção de leilões, cavalgadas e rodeios, sem contar com a grande feira de produtos orgânicos dos agricultores familiares.

Ascom Seappa.

Compartilhe
  • Tweet This!
  • Share on Facebook
  • Digg it!
  • Add to Delicious!
  • Stumble it
  • Subscribe by RSS
Posts Relacionados
Gostou deste artigo? Curta nossa Fanpage no Facebook!

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

Leave a comment


www.eduardolopes10.com.br Copyright © 2014 - Todos os direitos reservados.