Redes Sociais
Eduardo Lopes faz balanço de sua atuação no Senado Federal
Destaques, Noticias | | dezembro 19, 2018 em 18:46
A- A+

Em seu último discurso, o senador Eduardo Lopes fez um balanço do mandato nesta terça-feira (19). Segundo o parlamentar, como senador destinou cerca de R$ 310 milhões em emendas, principalmente para a área da saúde, procurando contemplar o maior número possível de municípios do Rio de Janeiro. “Em minha atuação, procurei conservar a coerência com os valores e as necessidades do cidadão, contemplando as camadas mais vulneráveis de nosso povo”, destacou o senador.

Lopes falou ainda sobre a luta para aprovar o projeto que cria novas condições para o aumento da pena de reclusão aplicável ao feminicídio, homicídio cometido contra a mulher por razões da condição do sexo feminino.

O parlamentar foi responsável pela regulamentação no Senado Federal, dos serviços de transporte que usam aplicativos, como Uber que conta com cerca de 500 mil motoristas e mais de 20 milhões de usuários do serviço em todo o país. Na época, o senador foi o relator do projeto na Casa. “Busquei o consenso entre os taxistas e motoristas de transporte por aplicativos. Com a chegada de novos serviços, foi necessário buscar a regulamentação, mas sem deixar de lado a questão do usuário, o lado social e a geração de emprego”, disse Lopes em seu discurso.

Como senador, defendeu em seu projeto (PLS 410/2018) a proteção ao trabalho do idoso e do trabalhador com dificuldades de acesso ao mercado de trabalho em função da idade. “Sugerimos uma cota para pessoas com mais de 45 anos nas empresas privadas”, enfatizou.

Na área da saúde, o senador apresentou o projeto (PLS 193/2017) que dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes, para inserir a atenção à saúde bucal no âmbito do Sistema Único de Saúde e priorizar a assistência odontológica para pacientes internados, portadores de condições clínicas especiais e pessoas com deficiência.

Eduardo Lopes também ressaltou sua proposta de modificar o Estatuto da Criança e do Adolescente para que o poder público regule a presença de menores em exposições e espetáculos culturais e artísticos. Nesse sentido, também tem apoiado o movimento Escola Sem Partido, para combater correntes antirreligiosas nos estabelecimentos educacionais.

O senador disse que torce para que o presidente eleito, Jair Bolsonaro, inicie uma outra forma de fazer política, mais ética e correta, condizente com os valores do povo brasileiro. “A popularidade do Bolsonaro dá a ele o crédito superabundante para promover as reformas de que tanto necessita o país para que possamos sair da crise e afastar o seu efeito mais doloroso que é o desemprego”, declarou Eduardo Lopes.

Texto: Júnior Laurindo / Ascom – senador Eduardo Lopes
Foto: Agência Senado

Compartilhe
  • Tweet This!
  • Share on Facebook
  • Digg it!
  • Add to Delicious!
  • Stumble it
  • Subscribe by RSS
Posts Relacionados
Gostou deste artigo? Curta nossa Fanpage no Facebook!

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

Leave a comment


www.eduardolopes10.com.br Copyright © 2014 - Todos os direitos reservados.