Redes Sociais
Abertura da Green Rio atrai milhares na Marina da Glória
Destaques | maio 23, 2019 em 18:21
A- A+

Feira é realizada para promoção de negócios, parcerias e apresentação de projetos inovadores

Por Cristina Cruz

O subsecretário de Agricultura, Pesca, pecuária e Abastecimento (Seappa), Aguinaldo Balon, participou na manhã desta quinta-feira (23) da abertura da sétima edição da feira Green Rio 2019. O evento é uma plataforma de negócios que reúne expositores, palestrantes e representantes da Economia Verde, dos setores orgânico e sustentável. O público que visita a Green Rio, além de conhecer produtores comprometidos com a alimentação saudável e o desenvolvimento sustentável, terá acesso à Conferência Green Rio com palestrantes do Brasil e de outros países até o sábado (25).

As palestras nacionais e internacionais abordam temas, como bioeconomia, orgânicos, cosméticos sustentáveis e alimentação saudável. Oficinas de gastronomia e rodadas de negócios também fazem parte deste evento aberto ao público.

Participaram da abertura do evento: a coordenadora do evento, Maria Beatriz Costa, o cônsul-geral da Alemanha, Klaus Zillikens, o presidente da Sociedade Nacional de Agricultura, Antonio Alvarenga, o secretário de Agricultura Familiar e cooperativismo do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Fernando Schwank, a diretora-geral do Ministério Federal da Alimentação e Agricultura da Alemanha, Eva Muller, o secretário de Estado, Lucas Tristão, o embaixador da República Federal da Alemanha no Brasil, Georg Witschel, entre outras autoridades.

Subsecretário da Seappa Agnaldo Balon

Na ocasião, o subsecretário Balon reiterou o apoio do Governo do Estado do Rio de Janeiro à agroecologia, aos agricultores familiares e ao desenvolvimento sustentável. “Através do fortalecimento desse pilar, a agricultura sustentável e a preservação e conservação do meio ambiente, teremos um consumo consciente e adequado. Porém, para que isso aconteça, precisamos que o agricultor tenha condições, apoio e incentivo para adoção de melhores práticas de produção e conservação, mas também para o acesso aos mercados. E este evento tem essa finalidade, aproximar a população dos produtos agroecológicos, mostrando a diversidade da sua produção e suas experiências”, afirmou.

Segundo o subsecretário, o caminho para tornar os produtos mais competitivos, acessando o mercado, é a organização dos sistemas produtivos e de distribuição, e também a agregação de valor ao produto, com microprocessamento e segmentação. “No que tange à Secretaria de Agricultura e seu principal braço, a Emater-Rio, estamos buscando alternativas para o financiamento das nossas atividades, visto que um dos principais instrumentos de apoio era o Rio Rural, mas o financiamento do Banco Internacional de Desenvolvimento (BID) para conservação e procuração nas microbacias se encerrou. Era uma fonte importante de recursos, que desde janeiro não dispomos. Entretanto, seus eixos estabelecidos devem permanecer”, concluiu Balon.

Compartilhe
  • Tweet This!
  • Share on Facebook
  • Digg it!
  • Add to Delicious!
  • Stumble it
  • Subscribe by RSS
Posts Relacionados
Gostou deste artigo? Curta nossa Fanpage no Facebook!

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

Leave a comment


www.eduardolopes10.com.br Copyright © 2014 - Todos os direitos reservados.